Espaço Nova Era - Método Bioenergético

 

As argilas são rochas sedimentares compostas por grãos muito finos de silicatos de alumínio, associados à óxidos que lhes dão tonalidades diversas. Por essa razão, encontramos na natureza  argilas de diversas colorações.

   Embebidas em  água
   ou chá, formam uma
   pasta
 
 
 

O barro pode ser moldado ou manipulado de acordo com o uso que vamos determinar

Dividem-se em dois tipos: argilas primárias, originadas da decomposição do solo por ações físico-químicas do ambiente original através dos anos, apresentando-se normalmente na forma de pó, e, argilas secundárias, decorrentes da sedimentação de partículas transportadas através das chuvas e dos ventos e  que se apresentam na forma de lama ou pastosa.

A composição química e geológica é o que confere às argilas o poder curativo tão conhecido pelos povos antigos.

Encontra-se nela por exemplo: o quartzo, o feldspato, a mica, a sílica, o alumínio, o ferro, o cálcio, o potássio, o magnésio, o titâneo, o  molubdênio, tantos outros ainda desconhecidos por nós e, o mais importante dos componentes: a energia que ela contém, acumulada por muito tempo de exposição ao sol e a outras manifestações da natureza tornando-a uma usina trabalhando para o nosso bem estar muitas vezes trocando essa sua energia com o a do usuário debilitado.

É um grande agente de desintoxicação e regeneração física e também mental. Revitaliza os tecidos e  ossos enfermos, dando energia nova ao corpo cansado e doente. Com seu grande poder de absorção, reduz rapidamente a inflamação, a infecção, a congestão de qualquer parte do corpo humano, animal, ou vegetal. Sua ação restauradora chega também ao sistema nervoso proporcionando alívio das tensões e do estresse.

O seu uso pode ser interno e externo.

Internamente deve ser  ingerida em pequenas porções e sempre com o cuidado e supervisão de um terapeuta.

Externamente pode ser usada em forma de cataplasma para alívio de muitos males como: verminose, prisão de ventre, queimaduras, tumores, reumatismo, infecção urinária e outras, distúrbios da tireóide, hérnias, etc. etc.. Podemos adicionar à argila, plantas medicinais como cipó mil homens, camomila, arruda, cebola, carvão e outros.

O uso adequado da argila deve ser sempre orientado por um terapeuta.

Venha nos visitar e conhecer os resultados reparadores dessa maravilhosa argila.